Educação, Património e Conhecimento

A UE ao designar 2018 como o Ano Europeu do Património Cultural, reafirma a importância fundamental da cultura europeia, enquanto fator de identidade, de pertença a um espaço, que se pretende inclusivo, aberto ao Mundo, mas capaz de se interrogar sobre os seus desenvolvimentos.

 

O Centro de Informação Europeia Jacques Delors, Ministério dos Negócios Estrangeiros, a Coordenação Nacional do Ano Europeu do Património Cultural e a FUTURÁLIA, pretendem celebrar a diversidade cultural da União Europeia visando:

SAIBA MAIS

– Criar uma dinâmica regional, de rede, envolvendo estabelecimentos de Ensino Secundário, Profissional e Superior de diferentes regiões do país;

– Desencadear o interesse dos estudantes pelo património local, nacional e europeu, promovendo um maior conhecimento da História, da consciência cívica e  patrimonial, designadamente propondo iniciativas que contribuam para esse desígnio;

– Partilhar, durante a FUTURÁLIA 2018, as experiências realizadas e as aprendizagens adquiridas, formais e não formais, num diálogo abrangente e intergeracional.

 

No âmbito desta efeméride, estará patente uma exposição de projetos de artes plásticas, performativas e audiovisual , desenvolvidos pelos alunos do ensino  secundário e profissional e superior de diferentes regiões do país, FuturaliaCULT, a ter lugar no Grande Hall da feira internacional de Lisboa de 14 a 17 de Março.

 

Paralelamente, a Futurália dinamiza também um espaço de reflexão e debate, Fórum Futurália ,enfatizando a relevância da Educação, do Património cultural e do Conhecimento, para o desenvolvimentos económico social e cultural  e para a afirmação do país no contexto europeu, a  realizar no dia 15 de março no PT Meeting Center, na  FIL

PARCEIROS – TRABALHOS EXPOSTOS

SAIBA MAIS

Instituto Politécnico de Leiria

  • Rota do Pó #nossomospatrimónio – Conclusões da apresentação e debate sobre o filme “Rota do Pó”, de Pedro Koch e Nuno Braumann, com um retrato histórico sobre a cerâmica (ESAD.CR/IPLeiria)
  • Ilustra a Palavra – Exposição resultante de um workshop que lançou o desafio de usar as palavras como ponto de partida para a exploração plástica (ESAD.CR/IPLeiria)
  • NÓSpatrimónioNÓS – A partir da noção de Património Europeu (Países, figuras de destaque, edificações, contos) e o mote dado pela hashtag #nossomospatrimonio, alunos desenvolvem trabalho gráfico/plástico, resultando num conjunto de posters e leporellos (ESAD.CR/IPLeiria)
  • Entre Cidades – Mapear o Património Arquitetónico com o intuito de promover e de dar a conhecer o nosso País, de descrever os costumes através de técnicas de impressão manuais de Gravura e Serigrafia.

 

Instituto Politécnico de Lisboa

  • Instalação multimédia MOSAIC #NósSomosPatrimónio – Um work in progress tendo por base o sentido plural do conceito de património cultural (ESE)

 

Instituto Politécnico de Tomar

  • Valores e ética – O Património dos Valores nas Organizações – workshop sobre a importância dos valores e da ética nas organizações portuguesas e nas do espaço europeu (ESG)
  • Cuscarias – Valorizar o Património Local e Partilhar Vivências – plataforma digital, onde é possível obter informação sobre lugares, monumentos, espaços comerciais e institucionais e partilhar experiências neles vivenciadas (ESTA)
  • A floresta de ruídos (vídeo) – Uma orquestra filarmónica que arrisca tudo. A coreógrafa Vera Mantero e o compositor António Pedro transformaram os músicos, os seus gestos e as suas rotinas (ESTA)
  • Uma vontade que nunca acaba (vídeo) – Um retrato sobre Marta Nunes, arquiteta e ilustradora que mostra o seu trabalho, bem como as suas inspirações e processo criativo (ESTA)
  • Sodad (vídeo) – Tenta contar o que é a saudade nas vivências de Naomi, uma jovem cabo verdiana que largou a família para estudar em Portugal (ESTA)
  • Delfim Maya – A (re)descoberta de um escultor Português em prol do Património Mundial (ESTT)
  • Charolinha – Estudo e Intervenção de Conservação e Restauro –o contributo para recuperar o valor artístico, cultural e histórico (ESTT)

 

Restart

  • Entre Folhos – Apoio e divulgação às artes e aos artistas e criadores no interior do país. O documentário consiste numa visita guiada pela exposição de peças de cerâmica contemporânea, narrado na voz das próprias criadoras, Ana Cruz e Maria de Betânia.

 

Universidade do Algarve

  • Valorização do Património Cultural / Guias (Re)Descobrir: Algarve Medieval – A valorização social dos conjuntos patrimoniais não é um facto natural e depende por norma da educação do olhar dos visitantes, que muitas vezes olham sem ver…. pelo que a construção de um pequeno itinerário pode ser uma mais-valia na valorização de espaços históricos do passado (FCHS)

 

Rede Nacional de Clubes Europeus (RNCE)

 

Universidade de Évora

Laboratório HERCULES: está a desenvolver uma nova ferramenta que permite a não especialistas em microbiologia identificar os microrganismos que podem estar a deteriorar o património.

Plataforma Portuguesa da Infraestrutura Europeia para as Ciências do Património. Numa parceria entre o Laboratório HERCULES da Universidade de Évora, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil e o Laboratório José de Figueiredo da Direção Geral do Património Cultural, a E-RIHS.pt integra investigação e desenvolvimento com transferência de tecnologia e está aberta a investigadores, instituições públicas e empresas.

 

Universidade de Valores

Experiência virtual Oculus Rift – um dos mais de 50 módulos de atividade/jogo presentes no Museu dos Valores Universais – é uma recriação de uma sala do Palácio dos Marqueses, em Mafra, no séc. XVII em 3D (património material), na qual se pode interagir com personagens mundiais sobre Valores Universais (património imaterial/espiritual).

Processo de recuperação do Palácio dos Marqueses em Mafra, desde a ruina total até à criação da Universidade dos Valores

A Dimensão Europeia da Educação, uma das dimensões da Educação para a Cidadania, contribui para a formação e envolvimento dos alunos no projeto de construção europeia, incrementando a sua participação, reforçando a proteção dos seus direitos e deveres, fortalecendo assim a identidade e os valores europeus. Assim, como consequência, a criação da Rede Nacional de Clubes Europeus (RNCE) foi o passo lógico para contribuir para a divulgação destes valores.

SAIBA MAIS

A RNCEteve início em 1986. Conta atualmente com 270 Clubes em Agrupamentos/Escolas a nível nacional (continente e ilhas), públicas e privadas. Os Clubes Europeus (CE)  são criados em estabelecimentos de educação Pré-escolar, do ensino básico, secundário e profissional, adaptados ao contexto do Agrupamento/Escola e da comunidade onde se inserem.

Sendo a escola um importante veículo para a aprendizagem e o exercício da cidadania, os Clubes Europeus contribuem para a formação e envolvimento dos alunos no projeto de construção europeia, incrementando a sua participação, reforçando a proteção dos seus direitos e deveres, fortalecendo assim a identidade e os valores europeus.

 

Evento da Entrega de Prémios

Anualmente é efetuado o Concurso dos Clubes Europeus, dirigido aos Clubes inscritos na RNCE, com o objetivo de incentivar os Clubes a desenvolver atividades diretamente ligadas a uma temática europeia.Otema do ano letivo 2016/17 foi “Por uma Europa de Valores”. Este ano, a entrega de prémios resultantes desse concursoanual será efetuada na Futurália.

Os premiados são convidados a fazer uma breve apresentação do trabalho desenvolvido (10/15 minutos). Foi igualmente lançado um desafio aos premiados para que enviem trabalhos do Clube para a exposição a estar patente no Grande Hall: Poster (tamanho A1), vídeo, powerpoint, outros trabalhos.

 

Programa provisório:

Dia 15 – 11:00h às 13:00h

  • Abertura – José Vitor Pedroso – Diretor Geral da Direção Geral da Educação
  • Palestra “Património Cultural”

António Carvalho –  Diretor do Museu de Arqueologia

Margarida Botto- Direção – Geral do Património Cultural

Moderadora- Elisa Marques  -DGE / Equipa de Educação Artística

  • Entrega de Prémios e apresentação do Projeto por parte dos premiados

 

Lista de premiados

 

Prémio Distrito Cod_UO NOME AGRUPAMENTO
Pr Porto 151555 Escolas de Vilela, Paredes
Pr Leiria 1016869 Instituto Educativo do Juncal
Pr Santarém 171293 Escolas de Almeirim
Menção Honrosa Distrito Cod_UO NOME AGRUPAMENTO
MH Faro 145373 Escolas José Belchior Viegas, São Brás de Alportel
MH Vila Real 152857 Escolas Morgado de Mateus, Vila Real
MH Aveiro 153060 Escolas Dr. Serafim Leite, São João da Madeira
MH Castelo Branco 161196 Escolas do Fundão
MH Setúbal 170227 Escolas do Monte da Caparica, Almada

 

 Concurso dos Clubes Europeus 2017/18

O tema selecionado para os projetos a concurso no ano letivo 2017/18 é “Património Cultural”.

“De acordo com o documento proposto pela Comissão Europeia ao Parlamento Europeu, são objetivos gerais do Ano Europeus do Património Cultural (AEPC 2018),em síntese, incentivar e apoiar, designadamente através do intercâmbio de experiências e boas práticas, os esforços da União Europeia, dos Estados-Membros e das autoridades regionais e locais, para proteger, valorizar e promover o património cultural europeu, referindo em especial:

  • contribuir para a promoção do papel do património cultural europeu enquanto elemento central da diversidade e do diálogo interculturais;
  • potenciar o contributo do património cultural europeu para a economia e para a sociedade, através do seu potencial direto e indireto;
  • contribuir para a promoção do património cultural como um elemento importante da dimensão internacional da União Europeia.”
Parceiros