Educação, Património e Conhecimento

A UE ao designar 2018 como o Ano Europeu do Património Cultural, reafirma a importância fundamental da cultura europeia, enquanto fator de identidade, de pertença a um espaço, que se pretende inclusivo, aberto ao Mundo, mas capaz de se interrogar sobre os seus desenvolvimentos.

 

O Centro de Informação Europeia Jacques Delors, Ministério dos Negócios Estrangeiros, a Coordenação Nacional do Ano Europeu do Património Cultural e a FUTURÁLIA 2018, pretendem celebrar a diversidade cultural da União Europeia através de manifestações culturais, artísticas ou outras.

 

Para tal, propomos:

  • Criar uma dinâmica regional, de rede, envolvendo estabelecimentos de Ensino Secundário, Profissional e Superior de diferentes regiões do país;
  • Desencadear o interesse dos estudantes pelo património local, nacional e europeu, promovendo um maior conhecimento da História, da consciência cívica e patrimonial, designadamente propondo iniciativas que contribuam para esse desígnio;
  • Promover a exibição e o debate, através de um filme ou outras manifestações(ex: exposição de projectos, dança, teatro, musica, artesanato, laboratório de T&I que abordem as questões do Património Cultural, envolvendo a comunidade, designadamente os alunos dos Ensinos  Superior, Secundário e Profissional dessa região;
  • Partilhar, durante a FUTURÁLIA 2018, as experiências realizadas e as aprendizagens adquiridas, formais e não formais, num diálogo abrangente e intergeracional.
Parceiros